segunda-feira, 29 de dezembro de 2008

RCF,


Tem coisa que nunca ninguem vai saber.
Tem coisa que vai ficar dentro de mim,
que amassa meu pulmão, insiste em sair e eu empurro pra dentro de novo.
Tem coisa que meu orgulho e egoísmo não deixam sair pela boca
quem sabe, um dia eu explodo.

Eu pulo a janela quando não consigo alcançar a luz.
Eu gostava de dentro.
Mas quem sabe, lá fora eu enxergue.
Tem cores bonitas no muro!
Lá esta escrito:
É muito mais, quando se tem paz.