sexta-feira, 29 de maio de 2009


Na bagunça é que me encontro
Não venha me pedir organização
que eu vou perder a bagunça lá no meio
E vou me perder, ora, ja que o meio agora é um inteiro da razão

Perco tudo, e nessa eu tenho medo de me perder.
Minha mãe disse hoje que ela queria eu me importasse mais com as coisas.
-Oh filha, pq vc não liga, eu só queria que vc se importasse mais com as coisas, com você.
Ela esta certa...
Só não tem o botão certo pra apertar.
Não tem o manual de como dominar
Talvez o querer esteja passeando com o prazer
Talvez, ele tenha saido pra comer.
Talvez sua irma te traga batatinhas
Talvez não consiga terminar o texto com ela do lado
Talvez o presente, quando as batatas acabarem, ja tenham se tornado passado.
Orelha direita:
-Meu rosto está muito vermelho? É que eu fiz pilling, aí ele fica vermelho.
-Mas vamos ver na segunda né, amiga, antes vermelho do que com rugas.
HAHA
HA
HA
HA
Risadas insuportáveis
Sério, devo estar ficando muito velha.
Alguem pode imaginar minha cara ouvindo isso...
Acho que vou achar minhas rugas tão lindas, posso estar muito enganada, mas acho que vou amar cada linha de expressão, cada curvinha da pele, vai me lembrar que sou humana, que não sou de plástico, vai me lembrar a vida, coisinhas gostosas vividas, pele envelhecendo, alegria de cada dia chegando, indo e chegando novamente

Orelha esquerda:
-Mas que sapato MA-RA-VI-LHO-SO, onde você comprou?
-Na Hellen calçados, você não estava sabendo? 69,90 qualquer sapato, e ainda se leva 2 tem desconto, podemos ir la no almoço.
-Vamos simmmmmmmmm, como uma barrinha de cereal, assim não engordo.
Acho que não sou mulher, juro, devo ser um homem mesmo, como trocar arroz, feijão, ain, por barrinha de cereal. Como?!

Lado de dentro:
Carregava no peito um samba mansinho, gostoso de ouvir.
Mas podia sentir todas as moléculas do corpo, agitadas, dançando sem parar.
Se eu pudesse, agora mesmo largava tudo numa gaveta e ia correndo te encontrar, guardar-me em seu peito.
E os ouvidos perdem a atenção...
O corpo todo, só escuta o coração.