segunda-feira, 1 de junho de 2009

Mariacalmaria.

-Hora de acordar
esperar para dormir-

Bom dia Maria.
Logo o galo canta
o sol derramará cores sobre as plantas
Você acorda, achando que ainda esta dormindo
ora, se não sonha acordada
então pra quer dormir, se nâo está cansada?
(Boa noite, bom dia)

Apesar da pouca idade
aquilo era tudo que Maria teria
Ela nao queria mais.
Ambições, foram engolidas por ladrões

Não queria o mundo
Não pensava no que pensaria
sua mente era nula
Acordava por acordar
andava por andar
(não havia vontade de se masturbar)

Nada de se importar com a economia
ou se Jesus um dia voltaria
Estava tudo bem
Penteava seus cabelos
A novela das oito já começaria.
Foi o que fizeram com Maria
Era mais um zumbi
Pra todos eles...realmente estava tudo bem!
Boa noite Maria.

-Hora de dormir
esperar para acordar-
Nenhuma palavra cabe
Que não se acabe
Que o riso seja reflexo do estômago
Passa pela veia dela uma corrente de algo que não sabe definir
Necessidade
Saudade
Ela volta para estrada, deixando um sentimento ali entrando pela porta, olha pra luz e vê a chuva caindo em camadas.
(está tudo em paz)
Olha para as árvores da estrada e está tão bonito
Um céu laranja
Com as árvores só em sombra
(o peito dela queima)
Vai pensando, se esse riso é só um movimento da boca, achando engraçado tudo que está acontecendo ali dentro.

Ele disse que eu sou o riso dele
Eu rio
Agora ele tem dois.

(Ele leva um pedaço dela, toda vez que vai)

Mesmo que você fique velha
Mesmo que todas as contas caiam na sua cabeça
Mesmo que seu coração seja esmagado e enlatado
Mesmo que cortem seu cabelo enquanto você dorme
Mesmo que você perca sua paz numa esquina
Mesmo que tenha que atravessar o oceano
Mesmo que ficasse cega
Mesmo que ache navalhas dentro do seu sapato
Mesmo que desabem os muros coloridos
Mesmo que encontre leões nas portas
Você saberá como continuar corajosa?



Ainda estou de bom humor.

Querida.