domingo, 9 de agosto de 2009


Talvez eu não tenha nada pra dizer
Talvez o nada seja tudo que tenho.

Quem sabe um dia eu me encontre
Bata um longo papo comigo
Qualquer dia, pode ser domingo
Eu vou estar com cara fechada mesmo
Um temporal, vou sorrir pra minha própria existência
Vou me dar um beijo, um abraço, sentir meu cheiro
Não fique com essa cara de bravona
Amanhã é segunda, mas coloque seus sapatos verdes de fé
Aqueles que te levam até pra onde não quer
E descobre um novo caminho, sabe, aqueles?
Pega da caixa, descubra suas asas

Um dia quem sabe eu me encontre
Cante uma canção comigo

Vou estar sorrindo.