terça-feira, 25 de agosto de 2009


Suando, tremendo, vomitando a abstinência da falta de uma maldita máquina fotográfica que salvaria minha vida nessa terça-feira chata e cinza.

Eu sou uma bruxa
E logo mais vão me queimar
E eu aqui, sorrindo com a boca do oceano
Rodopiando com pétalas de felicidade nas mãos
E três corações dentro de mim
(não posso sentir o fogo)
Posso acenar a felicidade pra vocês, mas talvez não enxerguem, estou no topo da montanha.
(da onde desenhas realidades em mim)

Você é velho demais pra sonhar?
Da minha janela pude observar um perdedor ferido, a boca costurada com linha preta, tive medo de ser o espelho, fechei a janela e me vi de joelhos.

Foto por mim: http://www.cruzeirodosul.inf.br/materia.phl?editoria=39&id=95271