quarta-feira, 23 de dezembro de 2009

Quando voltam meus cabelos?
(deixei que desbravassem lugares, alem da minha própria cabeça)
Hoje é dia de espetáculo: "A acrobacia do desajeitado"
Com pernas de pau, corro atrás de mim mesma 
Amarro os infortúnios com um lenço.
(O mesmo que uso pra limpar os joelhos)

Quem anda me testando alem de mim mesma?
Verbos que martelam meus vermelhos pregos soltos
Cabeça-moinho
só tenho medo de tiro

e da onde não me acho, me retiro.