segunda-feira, 13 de dezembro de 2010

.

Mais uma vez não sei o que sinto
se minto
se sorrio
A eterna procura pelo fim aprazível
por palavras agudas
mudas

Talvez nos próximos cinco minutos
que nunca chegarão.
E eu ficarei tonta, de tanto rodar.