quarta-feira, 27 de janeiro de 2010


Meu caso de amor com a chuva é alem da tempestade que causa
é acima de tudo, a beleza com que talha a destruição
Sua intensidade é provocativa
E é tudo tão bonito, serenamente bruto, charmoso e...molhado.

Nunca gostei de permanecer-me seca por muito tempo.