sexta-feira, 12 de fevereiro de 2010

Sempre fiz questão de sentir
Até minhas luvas de frio são sem pontas.
Quando não estou
Eu me mantenho nos bolsos dos meus vestidos
Na minha escova de cabelo
No meu sapato azul, verde e também no vermelho
Me carrego nas orelhas, na cintura e nos pelos

Visto-me de mim o dia inteiro
Me mexo com colher na minha caneca com leite
Me passo com sabonete por todos os dedos
Visto-me de mim o dia inteiro.

Foto: Flickr