terça-feira, 23 de fevereiro de 2010

Alguns olhos brilham com os números depois da vírgula
Alguns brilham em riscos brancos nas mesas de mármore

Alguns apagaram-se num cinzeiro
Alguns foram vomitados em algum banheiro
Em alguma rodoviária suja ao longo do cruzeiro

Alguns brilham
Dentro, dentro, dentro
Dentro, dentro, dentro
O tempo inteiro.