quinta-feira, 6 de janeiro de 2011



Há horas em que queria ser a fumaça do cigarro
Tenho inveja dela poder dançar no ar
e depois desaparecer, com tamanha graça

Quando me sinto completa
é quando me sinto vazia
E alguma compaixão
Pelos eus que encontro nos outros.